2ª FASE OAB FÁCIL...

O Site Jurídico Última Instância publicou informação sobre a 2ª fase realizada no último dia 24, onde a prova foi "de dificuldade média" segundo professores de cursinhos...

Incrível como a manipulação da prova pela OAB não é notada pelos formadores de opinião. Inacreditável que todos "olhem para o lado" e não vejam claramente que a OAB manipula para ter ao mesmo tempo reserva de mercado para seus inscritos liberando poucas vagas a cada exame e, ao mesmo tempo, fazendo reserva de examinandos para fazerem a próxima prova e, lógico, pagarem novamente as taxas de R$ 200,00 não fiscalizadas que a OAB recebe de cada bacharel expoliado...

Leiam a noticia no site da Última Instância. Clique aqui ou leia abaixo.

 

2ª Fase da OAB teve menos “incidentes”, avalia professor

24 de fevereiro de 2013

 

por Paulo Cézar Pastor Monteiro

Neste domingo, cerca de 19.134 bacharéis prestaram a 2ª Fase do IX Exame. Para o professor Marco Antonio, vice presidente do Complexo Damásio de Jesus, a 2ª Fase apresentou menos “incidentes” do que 1ª Fase, aplicada no dia 16 de dezembro, e teve um nível de dificuldade “médio” e não houve surpresas quanto aos assuntos cobrados.

Acompanhe no Especial OAB do Última Instância, a partir das 21 horas, os vídeos com os comentários e correção do IX Exame gravados pelos professores do Complexo Damásio.

Nessa etapa da prova, o bacharel elabora uma peça prático-profissional, que vale cinco pontos, e responde a quatro questões dissertativas, as quais vale 1,25 cada. As perguntas cobram conhecimentos relativos a uma das sete aéreas escolhidas pelos candidatos no momento da inscrição.

“Essa prova teve um tempo de prepara maior, então a tendência é que os alunos tenham se preparado mais. Os assuntos cobrados, tanto na peça quanto nas questões, ficaram dentro dos previstos e seguiram a tendência da OAB”, observa Antonio.

Quanto a correção da prova e a possibilidade dos recursos, o professor acredita que, com um mês para corrigir todas as provas, a lista preliminar deverá sair com um número de aprovados “próximo do resultado final”.

Para ser aprovado na 2ª Fase, o bacharel precisa somar, no mínimo, seis dos dez pontos possíveis. O gabarito preliminar e a lista provisória de aprovados deve ser publicada no dia 22 de março.

Os alunos que identificarem um erro na prova ou na correção do seu caderno de respostas podem, entre os dias 22 e 23 de março, apresentar recursos pedindo a anulação da questão ou revisão da sua prova.

De acordo com o edital, as respostas dos recursos e a lista definitiva dos aprovados deve sair no dia 5 de abril.

Essa edição da prova bateu recordes de reprovação. Dos 114.763 inscritos na 1ª Fase, apenas 19.134 mil candidatos foram aprovados, o que representa um índice de reprovação de quase 84%. Para ser classificado para a 2ª Fase, o estudante precisava acertar 40 das 80 questões da prova.

 

Nós temos



Visitantes desde 24/10/2011:

001478611
Hoje:
No mês:
Total:
331
25533
1478611